Alimentação e peso na gravidez

16.01.13Uma semana após descobrir a gravidez

Quando engravidei estava com 68kg.

Duas semanas após descobrir a gravidez comecei a ficar “enjoada”, quase nada “entrava”, praticamente tudo que eu comia/bebia com frequência não conseguia nem ver. Então o jeito foi comer o que dava. Não tive uma boa alimentação até a décima sexta, que foi quando passou esta fase chata. No período chato, numa semana só conseguia comer bolos, noutra só pães, noutra salada de fruta, dai enjoava e tinha que mudar a alimentação. Não conseguia sentir cheiro de pão depois da fase dos pães. Que loucura! Achei que nunca mais voltaria ao normal kkkkkkkk Passou, ainda bem! Café foi a única coisa que só consegui tomar após o nascimento, logo eu que adoro café.

Passada a fase chata passei a me alimentar melhor, como antes. Tínhamos muito cuidado com o que eu comia, digo no plural pq o Leo se preocupou muito com minha alimentação. Evitei muitos alimentos para não causar nenhum problema para o bebê.

DSC_6121

DSC_6232

DSC_6237

Estas últimas duas foram tiradas 9 dias antes do Lucas nascer

Ganhei 10kg na gravidez.

Ao contrário do que eu pensava, perdi bem pouco peso após o parto. Aliás, não posso dizer isso, eu só sei o meu peso de 6 dias após o parto pq saímos da maternidade no dia 18 e só fui me pesar no dia 19. Nestes dias na maternidade fazíamos 3 refeições oferecidas pela maternidade e como a última era servida cedo, ainda comíamos biscoitos :( Devo ter ganho algum peso nestes dias ao invés de perder.

Não consegui ainda eliminar todo o peso. Vou e volto. Confesso que falta ânimo e motivação. No geral como saudavelmente, só me permitindo algo a mais no final de semana,  mas as vezes me bate uma vontade louca de um doce, mas nem sempre me rendo a tal vontade. Fico só na vontade mesmo.

Estou “magra”, mas não como gostaria. Meu desejo é voltar aos 68kg ainda este ano.

O parto

Continuando o post sobre a minha gravidez.

“Corremos” pra casa para buscar as malas, a minha e a do Lucas estavam prontas e  Leo precisou “arrumar” a dele, que não estava pronta, claro, homens, rs! E eu falando pra ele arrumar há semanas.

Fomos para o hospital andando pela praia, foram cerca de 25/30 minutos. Antes de entrar tiramos algumas fotos.

DSC_6265

Ao chegar fui logo indo fazer monitoração para ver se estava tendo contrações e me deixaram na sala algum tempo, mas nada mudou da consulta algumas poucas horas antes e fui enviada para um quarto. Não o que tínhamos pedido pq não tinha vaga para aquele dia. O coitado do Leo acabou dormindo no chão, mesmo o quarto tendo duas camas.

IMG_8107

IMG_8109

DSC_6283 Última noite com “barrigão”

DSC_6300

A sage-femme (sengundo wikipédia obstetriz ou parteira) pediu que eu estivesse pronta as 7h. Obviamente não consegui pregar o olho um só segundo, só pensava no momento tão esperado, em como seria… curtindo os últimos momentos de barriga.

IMG_8154

As 7h estava pronta, mas só passaram para me buscar as 7:15, descemos para a sala de parto, me examinaram e continuava com os 4cm de dilatação. A sage femme disse que eu tinha sorte por já ter os 4cm e que seria rápido, até esperou dar 8h para induzir pq era a hora que o anestesista chegaria.

DSC_6315

DSC_6317

Induziram a primeira vez e nada aconteceu, enquanto isso decidíamos qual seria o nome do nosso filho, que foi escolhido no último momento. Tínhamos 2 nomes, mas só naquele momento percebemos que um deles quando falado com o sobrenome parecia ser um nome italiano (que não queríamos que fosse o nome dele), então escolhemos  Lucas, um nome que sempre achei bonito, nesta passou-se mais 1h e colocaram mais uma dose e nada, passada mais 1h (mais ou menos) e nada de contração, mais 1h (mais ou menos) e colocaram a quarta (e última dose), dai logo depois comecei a sentir “algo” diferente. Antes disso sentia bastante o Lucas se mexendo, “chutando” minha costela, mas vi que desta vez não era ele. Não muito depois veio outra, dai eu já comecei a ficar nervosa e a chorar, o Leo chamou a sage femme, ela perguntou se eu queria que chamasse o anestesista, no início eu disse que não, mas logo mudei de ideia pq estava vindo forte. Eu tremia, chorava… Acho que pegou errado na hora da anestesia, pq não pode se mexer e eu me mexi, senti a perna esquerda dar uma “tremida” bem forte, parece que a tinha eletrizado, senti isso umas 3x. Ao contrário do que minhas amigas disseram, senti dor na hora da anestesista, pode ser que seja pq eu estava nervosa. Em poucos minutos a dor das contrações era bem menor, mas eu ainda as sentia e doíam, suportável, mas não como dizem, q não sentem mais nada, e fiquei no aguardo do aumento da dilatação. Em um certo momento senti um líquido escorrendo, e chamamos a sage femme, era a bolsa que tinha rompido, deu bem para perceber. Acho que levou 1h/1h20 para chegar aos 9/10cm de dilatação, foi rápido a partir do momento que deu certo a dose. Ligaram para o meu médico e ele pediu uns 40 minutos para chegar, acho que estava almoçando…No final das contas foi até bom, pq faltando uns 20/25 minutos para ele chegar disse q ainda sentia dor e chamaram o anestesista de novo e ele aumentou a dose, dai sim não senti mais dor.

Chegou a hora “H”, a hora de “expulsar”, em uma contração tinha que fazer 3x o processo de respiração e força, muitaaa força.Colocava toda força q eu podia e mais um pouco e NADA! Foram várias tentativas, achei que meu filho não nasceria ou teria que fazer uma cesárea, não estava vendo mais como seria possível, e dai quando vejo o médico está tirando o Lucas e colocando em cima de mim, um momento especial, mas foi somente por segundos e o tiraram :( , levaram para aspirar o narizinho, estava cheio de líquido amniótico.

DSC_6331

Limparam,pesaram,mediram e depois devolveram meu lindo bebezinho e pude curtir melhor este momento tão especial.

DSC_6335

DSC_6336

DSC_6339

DSC_6340

Lucas nasceu em um dia LINDO e ensolarado, com 49,5cm e 2980kg. UM dia antes do meu aniversário!

DSC_6341

Já no quarto.

Experimentando: Legumes Bonduelle

Há umas semanas atrás estava fazendo compra e achei estes pacotinhos de legumes da Bonduelle,  no Brasil tem esta marca, só não sei se tem estes pacotinhos, que aparentemente são novos, eu pelo menos nunca tinha visto. Me pareceu prático e gostoso e resolvi experimentar.

DSC_0098

Este do lado esquerdo tinha espinafre, abobrinha, batata e cenoura e um “molho” (traduzindo seria caldo)  para colocar na preparação.

DSC_0101Este do lado direito, batata, alho poró, cenoura e o “molho”.

DSC_0102Molho (caldo)

DSC_0103

DSC_0104

DSC_0109

Prático e rápido, mas não gostoso (claro) como os legumes frescos, mas bem melhor que os congelados. Os pacotinhos ficam na parte de geladeira e não congelador.

Lucas: 7 meses

7meses

Luquinhas completou 7 meses ontem. Como o tempo passa rápido! Não foi fácil tirar a foto, ele virava, rolava, pegava o ursinho. Precisei tirar mais de 50 para uma quase boa.

DSC_0305

DSC_0306

DSC_0311

Continua muito sorridente. Vira e rola quase o tempo todo. Adora pular no seu “pula pula”. Não gosta de comer papinha fora de casa, nessas ocasiões, só leitinho. Tem estranhado algumas pessoas.

E a cada dia que passa AMO MAIS :)

Papinhas no Babycook

Lucas começou a experimentar papinhas de legumes/verduras um pouco depois que fez 5 meses, mas só alguns  eram permitidos. Após 10 dias começou com as de fruta e depois da consulta dos 6 meses começou com batata,arroz,macarrão, carnes e todo os legumes liberados. Ele de início comia bastante, mas aos poucos foi diminuindo, hoje come cerca de 120g de papinha salgada no almoço e mais papinha de fruta ou banana amassadinha.

Compramos o Babycook, nele preparo as papinhas salgadas e faço algumas doces, é bem prático. Cozinho no vapor e depois mixo. Para cozinhar são no máximo 15 minutos, para mixar é rapidinho.

Abaixo fotos de papinha de brócolis, batata, panais (segundo o wikipédia chirívia em português do Brasil) e cabillaud (bacalhau). Uso uma colher de café de azeite e um pouquinho de sal.

Aproveito o que sobra dos legumes e carne e faço nosso almoço. Não faço todo dia e não congelo, deixo na geladeira por 2 dias no geral.

DSC_9663

DSC_9670

DSC_9671

DSC_9672

DSC_9675

DSC_9677

Experimentando: Iogurte Danio 0% de maracujá

6468850-danone-veut-reconcilier-les-hommes-avec-les-yaourtsUma das minhas frutas preferidas, se não a que eu mais gosto é o maracujá. Aqui chamado de “fruit de la passion” é uma fruta considerada “exótica”. Não é muito difícil encontrar, porém o preço é bem salgado. Para a minha alegria a Danone lançou um iogurte, o Danio, 0%, com vários sabores, um deles é o maracujá. Experimentei e SUPER aprovei :) Uma ótima sobremesa, pena que é meio carinho :(

DSC_9987

DSC_9988

DSC_9989

DSC_9990

A Língua Portuguesa no Exterior

Minha gravidez

Demorei mais de 6 meses para vir falar da minha gravidez, demorei, mas aqui estou.

Sei que foi uma grande surpresa a minha gravidez. Eu até pensei em contar logo após o período mais “crítico”, mas não me senti a vontade para ficar falando sobre o assunto “toda hora”. As pessoas perguntam o tempo todo, primeiro qual é o sexo, depois o nome e assim vai, o que é super normal, eu mesma já perguntei muitas vezes, mas me senti incomodada quando começou o bombardeio por parte das pessoas que sabiam. Sei lá, quis viver “quietinha” este momento. Ao contrário do normal, não quis ficar mostrando fotos e nem aparecendo na webcam, nem mesmo para a família. Esquisito, eu sei, ninguém entendia, nem eu.

Descobri a gravidez em janeiro e só contamos para a família e amigos em março, após o exame da TN (translucência nucal). Assim como para vcs, tb foi uma surpresa para eles.

DSC_4268

Da sexta até décima sexta semana da gravidez não conseguia comer nada do que comia normalmente, “não descia” e por isso não me alimentava bem, ficava meio enjoada e acabei emagrecendo um pouquinho. Depois aos poucos foi voltando ao normal, com exceção do café, que só consegui tomar depois do nascimento do Lucas, antes não podia sentir nem o cheiro. Também ficava enjoada com cheiros, usei sabonete sem perfume durante várias semanas e não podia nem passar na frente da padaria, detestava o cheiro de pão kkkkk

Na consulta das 16 semanas o médico disse que provavelmente era um menino, mas que só daria para confirmar na consulta seguinte, e era mesmo um menininho :) A minha intuição já me dizia isso desde o início.

02.05.13_meninoMinha barriga demorou a crescer e “aparecer”, e não ficou muito grande. No dia do parto uma das sages-femmes disse que minha barriga estava menor do que a dela que não estava grávida e riu.

DSC_6273Indo para a maternidade

O nome só foi decidido no dia que ele nasceu. Desde o início o certo é que seria com “L“, já que o nosso começa com L . Tínhamos dois nomes e ficamos em dúvida até o final. Sempre gostei de Lucas. Aqui pronunciam na maioria das vezes sem o “s”, mas falamos que em português se pronuncia com e algumas pessoal falam “corretamente”. Difícil escolher um nome que achássemos bonito e que fosse pronunciado igualmente nas duas línguas.

Com 32 semanas entrei em repouso absoluto, o colo do útero estava fino demais. Tive que adiar e depois cancelar o chá de bebê que eu comecei a preparar :(  Com 36 semanas descobrimos que ele estava muito magrinho e quase não tinha engordado em 4 semanas, se assim continuasse teríamos que induzir o parto. Fui observada com cuidado, tive que fazer mais monitoramentos do coraçãozinho dele, continuei o repouso e passei a comer mais, graças a Deus ele voltou a ganhar peso.

IMG_7972

Com 36 semanas já tinha começado a dilatar, os médicos achavam que logo o baby nasceria, mas o tempo passava e nada de contrações. Na consulta de 39 semanas já estava com 4cm de dilatação, então o médico ligou para o hospital dizendo que estava mandando uma paciente para lá: EU! A hora estava chegando e eu não acreditei, comecei a chorar…

Bebê de 8 meses pesando 25 quilos inicia tratamento e comove a Colômbia

santiago_mendoza

Santiago Mendoza tem oito meses e já pesa mais que o dobro de seu irmão mais velho, de três anos. O bebê pesa 25 quilos (peso de uma criança de 5 ou 6 anos) e 74 centímetros. Sua saúde está em risco. Para salvar a vida de Santi, a entidade colombiana Fundación Gorditos de Corazón montou uma operação de resgate. O menino foi levado de sua casa em Codazzi (a 787 quilômetros de Bogotá) para a capital colombiana. A última parte do trajeto foi feita no domingo, de avião comercial, da cidade de Valledupar a Bogotá.

Nesta segunda-feira (18), Santi foi recebido na sede da Gorditos de Corazón por uma equipe multidisciplinar, especializada em obesidade, encabeçada pelo presidente da Associação Colombiana de Cirurgia Bariátrica, Cesar Ernesto Guevara. O médico, entretanto, afirmou que, devido à pouca idade, Santi não pode se operado.

O bebê começará um tratamento para chegar ao peso normal (cerca de 8 quilos). Ele já apresenta sintomas de comedor compulsivo, apetite descontrolado e ansiedade por comida.

Santi sofre desde seu nascimento, segundo relatou a mãe do bebê, Eunice Fandiño, na carta enviada para a Fundação Gorditos de Corazón pedindo ajuda para tratar seu filho. Ela procurou apoio da ONG quando o filho já estava internado, aos sete meses, e com mais de 17 quilos.

“Este caso me partiu a alma quando o conheci. Tenho visto a obesidade tirar a vida de crianças na Colômbia. Por isso, vamos fazer tudo o que está em nossas mãos para salvar a vida de Santiago”, disse Salvador Palacio González, diretor da Gorditos de Corazón, diante do apelo por socorro da família de Codazzi.

Na Colômbia, dois em cada cinco crianças estão acima do peso, de acordo com a Fundación Gorditos de Corazón, e muitos apresentam um quadro de obesidade mórbida infantil.

santiago_mendoza1

Revista Época

Lucas: 6 meses

48138_10152274927137342_34944516_n

Na última quinta-feira (13), meu docinho completou 6 meses. Adoro suas risadinhas. Fica quietinho se canto pra ele, salvo se está com fome. Ama ficar se virando. Coloca tudo na boca. Fica enjoadinho para dormir em casa durante o dia, mas se o colocamos no carrinho e saímos ele dorme quase o tempo todo.

Começou a comer papinha já faz algumas semanas, até agora não rejeitou nada, mas fez careta para endives (não sei como se chama em português) , foi bem engraçado, ele deu um pulo na primeira colherada, mas continuou comendo sem problemas. Hoje começou a comer carne, batata e queijo branco (parece um iogurte natural).

Está pesando 8630kg e com 69,5cm (mais achamos que o médico mediu errado e ele está um pouco maior) .Cresceu 20cm em 6 meses :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...