Dicas sobre RA

Olá Meninas e MeninOs :)

Tudo bom com vocês?!?!
Como é que esta sendo o final de semana de vcs?
Meu passeio a Cannes com minhas amigas foi muito legal, mas não tenho as fotos ainda para mostrar para vcs :(
Como sempre, não comi direitinho como durante a semana, não bebi muita água… mas hoje vou tentar cumprir tudo isso.
Está MUITO frio, uma preguiça enorme, meu Deus! Para que existe frio? Hehehehe
Uma fotinho de hoje de manhã.

Demorou, mas comprei o Gel … Obaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!! :) Diz que em 3 semanas da para ver resultados, vamos ver se é verdade.

Hoje vi o filme “Menina de Ouro”, chorei, chorei, chorei… so não chorei mais pq fiquei com vergonha de chorar na frente do meu marido (risos). Muito bom, faz pensar sobre a vida, sobre nossos sonhos e como lutar por eles, recomendo!

Continuação do ultimo post…

- QUE CUIDADOS DEVEMOS TER EM RELAÇÃO ÀS GORDURAS?

É fundamental evitar os alimentos gordurosos. Os principais são:

- Margarina (81% de gordura vegetal hidrogenada), manteiga (84% de gordura), maionese (80% de óleo).
- Leite integral (o ideal é fervê-lo e após esfriar tirar a nata que fica por cima).
- Queijos (em excesso) principalmente os amarelos (prefira sempre a ricota ou o queijo tipo minas)
- Conservas (salsichas, apresuntados, etc.)
- Carnes gordas (costela, cupim, lingüiça, mortadela, pele de frango, bacon, torresmo, salame, etc.).
- Frituras (principalmente as que encharcam como batata frita, polenta, mandioca, pasteis, empanados, carnes ou legumes a milanesa, etc.).
- Óleo no arroz, nas saladas, nos refogados, etc.

- POR QUE EVITAR DOCES E MASSAS DURANTE O REGIME?

Porque doces e massas são constituídos por carboidratos (que contém quatro calorias por grama) e consequentemente engordam se comidos em demasia. Também é fato que se comermos pouco não iremos engordar, mas a intenção durante o regime é comer o mínimo possível de calorias para podermos emagrecer. Quanto menos calorias nós ingerirmos, mais gordura o organismo terá que queimar para conseguir a energia que ele necessita.
Durante o regime é importante restringir ao máximo a ingestão de carboidratos, substituindo o açúcar por adoçantes, evitando doces, bolos, chocolate e refrigerantes normais (o diet é permitido).

- QUAL A IMPORTÂNCIA DE SE EVITAR AS SOBREMESAS?

Evitar sobremesas é muito importante porque normalmente ela representa um excesso de calorias que nós não precisamos ingerir.
Um prato de comida tem em média 1000 calorias. Dois pratos de comida mais o café da manhã normalmente suprem as nossas necessidades calóricas diárias. Beliscos e sobremesas são excessos alimentares que normalmente acabam se transformando em gordura. Alguns tipos de sobremesa (doces, chocolate, etc), podem ter praticamente a mesma quantidade de calorias que um prato de comida.

- PODE-SE COMER MASSAS DURANTE O REGIME?

Pode e deve-se. Deixar de ingerir totalmente as massas não é uma boa política, pois isto acaba provocando fraqueza, tontura, hipoglicemia, etc. Nosso organismo precisa de uma certa quantidade de carboidratos diariamente (pão, arroz, batata, etc), só devemos ter o cuidado de não exagerar na quantidade. Quanto menos carboidratos nós comermos mais gordura o corpo terá que queimar.

- QUAL A IMPORTÂNCIA DOS EXERCÍCIOS DURANTE O REGIME?

Os exercícios, de modo geral, são bons para a saúde e deveriam ser praticados durante toda a vida. Hoje há um consenso de que, o que leva à obesidade não é só uma alimentação desbalanceada, mas principalmente a vida sedentária que vivemos. A pessoa mais magra e mais saudável normalmente não é a que come menos e sim a mais ativa.
Fazer exercícios aumenta o metabolismo e faz o corpo queimar mais calorias, não só durante o exercício, mas também no decorrer do dia. Antigamente as pessoas comiam mais, os alimentos eram muito gordurosos e, no entanto, elas não engordavam tanto. Porque? Porque a vida não era tão fácil. Hoje a ciência e a tecnologia nos trazem muitas facilidades como o carro, o fogão a gás, o telefone, o computador, o controle remoto, etc. Basta você sentar que tudo está à sua mão. Isto leva ao sedentarismo, a pouca atividade física e consequentemente ao ganho de peso.

- QUAIS OS MELHORES EXERCÍCIOS PARA EMAGRECER?

Os melhores exercícios para a queima de calorias são os chamados aeróbicos (exercícios que ativam a respiração). Entre eles a caminhada rápida, a bicicleta ergométrica, o step, a natação, a hidroginástica, subir escadas, pular corda, etc. Porém é preciso um cuidado especial com certos exercícios como a corrida e o pular cordas, por exemplo, pois estes provocam atrito nas articulações (principalmente os joelhos) e são contraindicados para pessoas com problemas articulares ou muito obesas.

- QUAL A IMPORTÂNCIA DE SE MASTIGAR BEM OS ALIMENTOS?

Antes de responder a essa pergunta vamos entender como funcionam as sensações de fome e saciedade em nosso organismo. Ao perceber a falta de nutrientes no sangue, uma região do nosso cérebro chamada centro da fome manda ¿sinais¿ para o corpo de que é necessário comer (sensação de fome). Quando nós comemos, um outro centro cerebral (chamado centro da saciedade) detecta a presença destes nutrientes no sangue e emite ao corpo sinais de que já estamos alimentados (cessa-se então a sensação de fome).

Pois bem. Mastigar adequadamente os alimentos é importante porque:
- O alimento, quando bem triturado através da mastigação, é mais facilmente digerido (a digestão começa na boca) e passa mais rapidamente para a corrente circulatória.
- Nosso cérebro demora pelo menos 15 minutos para perceber no sangue a presença dos alimentos que ingerimos. Isto significa que, quando alguém come rápido e sem mastigar bem os alimentos, o cérebro não tem tempo de perceber que ele já comeu o suficiente e continua mandando sinais de fome para o organismo. Às vezes acontece que, mesmo após um grande prato de comida ingerido rapidamente você pode ainda estar sentindo fome.

Por isso, mastigar bastante (20 vezes cada bocado), e comer devagar, faz com que a pessoa fique saciada até mesmo antes de terminar de comer. Também é importante nunca repetir um prato de comida, mesmo se aparentemente você ainda estiver com fome. É só esperar um pouquinho e a fome passa

- QUAL A IMPORTÂNCIA DE SE BEBER BASTANTE ÁGUA?

A água alimenta e não engorda, porém os líquidos (mesmo a água) devem ser ingeridos longe das refeições. O estômago precisa de muita acidez para a digestão das proteínas. Tomar líquido às refeições dilui o suco gástrico, prejudicando a digestão. Beba muito líquido (água e sucos naturais) até uma hora antes e recomece a tomá-lo duas horas após as refeições.

- É VÁLIDO FAZER O REGIME SÓ DURANTE A SEMANA?

Não. Este é um erro que muita gente acaba cometendo. Não existe regime de segunda a sexta feira. Não adianta se matar de fome durante a semana e nos finais de semana comer exageradamente. Neste caso, todo o esforço da semana pode ser em vão. Habitue-se a comer de forma saudável (com poucas calorias) e mantenha-se sempre neste patamar. Mesmo nos finais de semana, procure comer a parte magra do assado e muita salada, evitando as massas e as sobremesas.

- EXISTE ALGUM INCONVENIENTE EM EMAGRECER RAPIDAMENTE?

Existem vários. Para se perder 7 a 8 kg em um mês uma pessoa tem que ficar literalmente sem comer. Acontece que ninguém aguenta este regime de restrição total durante muito tempo e acaba abandonando o regime. Além do mais, estes regimes drásticos normalmente levam a pessoa à desnutrição, fraqueza, tontura, anemia, além é claro, da flacidez.

- POR QUE O REGIME LENTO É O IDEAL?

Porque para se fazer regime o importante é comer de maneira correta, mas não ficar sem comer. Deve-se comer menos calorias, mas não devemos ficar sem ingerir as vitaminas, minerais e proteínas que o corpo necessita. Emagrecendo de forma lenta (sem passar fome) você consegue manter o regime por um tempo mais prolongado e evita a flacidez (pois esta é resultado do emagrecimento rápido).
Lembre-se: para perder peso não é necessário se perder a saúde

- QUANTOS QUILOS DEVEMOS PERDER EM UM MÊS?

No geral a meta é de 2kg por mês (meio quilo por semana). Esta meta é facilmente atingida se a pessoa fizer o regime de forma correta (evitando as gorduras e os açúcares, diminuindo a quantidade de massa ingerida e fazendo algum exercício para queimar mais calorias). Neste ritmo a pessoa não sente fraqueza e não agride o seu organismo. É muito mais importante conseguir manter o regime por um tempo prolongado que emagrecer rapidamente e voltar a engordar. Existem casos, no entanto, quando a pessoa é muito obesa, que a perda de peso pode ser mais acentuada, pois existe muita gordura para se queimar.
POR QUE A PARTIR DO 2º OU 3º MÊS A PERDA DE PESO FICA MAIS DIFICIL?

Porque o organismo utiliza um mecanismo de defesa que é diminuir o metabolismo (queimando menos calorias) quando percebe que está havendo uma perda rápida das suas reservas de energia (gorduras). Podemos fazer uma analogia com uma pessoa que, após perder o emprego, por exemplo, começasse a gastar toda a sua poupança. Ao perceber que em pouco tempo suas reservas acabariam, esta pessoa passa então a economizar dinheiro. Da mesma forma o organismo ¿economiza¿ calorias quando percebe que o emagrecimento é rápido. Isto dificulta a perda de peso após alguns meses, mesmo se mantendo o regime inicial. No entanto, com o emagrecimento lento e gradual, o organismo não irá alterar o metabolismo e a perda de peso pode ser mais efetiva.

- PORQUE AS DIETAS NORMALMENTE NÃO FUNCIONAM EM LONGO PRAZO?

Já foi comprovado estatisticamente que 90% das pessoas que emagrecem voltam a engordar após alguns meses. Porque isto acontece? Para se perder e manter o peso é importante uma mudança completa no estilo de vida, através da adoção de uma dieta balanceada, práticas esportivas ou simplesmente tornar a vida mais ativa. Perder peso não é como tratar uma pneumonia. Nesta você toma um antibiótico e fica curado. A perda e a manutenção de peso requer muito mais, ela requer mudanças profundas na vida de uma pessoa. Não adianta fazer um regime rigoroso e após este período voltar aos mesmos e errados hábitos alimentares e à vida sedentária que se tinha anteriormente. Muitas vezes a solução envolve atitudes tais como trabalhar fora, sair mais de casa, praticar esportes ou qualquer outra atividade (mesmo dança), arrumar novos estímulos, valorizar-se, gostar e cuidar de si. Faça isso e você será mais magra e feliz.

- DEVEMOS USAR REMÉDIOS PARA EMAGRECER?

Esta é uma questão bastante controversa. No geral os remédios para emagrecer não funcionam a longo prazo e, dependendo do remédio, pode trazer mais malefícios que benefícios. Existem duas classes de medicamentos para emagrecer: Os medicamentos químicos (normalmente moderadores de apetite) e os naturais.

- COMO FUNCIONAM OS MODERADORES QUÍMICOS DE APETITE?

Estes medicamentos atuam quimicamente no cérebro, inibindo o centro da fome. Seu resultado em curto prazo é inquestionável, pois tirando o apetite, a pessoa deixa de ingerir calorias e perde peso (exceto as pessoas que tem o metabolismo baixo e que mesmo comendo pouco não conseguem emagrecer). Sua principal desvantagem é que, ao parar de usar o medicamento a fome volta redobrada e a pessoa volta a engordar (normalmente mais do que emagreceu).
Outro inconveniente seria os efeitos colaterais que estas drogas normalmente provocam (insônia, agitação, nervosismo, etc). Além do mais, a restrição alimentar severa provocada pela droga pode provocar fraqueza, tontura e até desnutrição.
Outro perigo é que estas drogas com o tempo passam a fazer menos efeito, forçando a pessoa a ingerir doses cada vez mais fortes e provocando o risco da dependência.

- COMO FUNCIONAM OS REMÉDIOS NATURAIS PARA EMAGRECIMENTO?

Existem duas classes de produtos naturais que são utilizados para este fim: Os suplementos alimentares e os auxiliares de emagrecimento.

- Suplementos alimentares: São produtos naturais, ricos em substâncias nutritivas como vitaminas, proteínas e minerais, porém pobres em calorias. Normalmente são utilizados para substituir uma ou mais refeições por dia. Após a ingestão de um destes suplementos alimentares a pessoa pode ainda comer uma salada para complementar a necessidade de sal.
- Produtos naturais auxiliares do emagrecimento: Estes produtos normalmente são fitoterápicos (isto é, produtos à base de plantas), que podem ser usados na forma de chás ou cápsulas. Eles atuam normalmente como moderadores naturais de apetite, diuréticos, digestivos, laxativos, etc.

É importante salientar que estes produtos naturais sozinhos não fazem a pessoa emagrecer. Os produtos verdadeiramente naturais não contem anfetaminas (moderadores de apetite) ou hormônios, por isso são apenas “auxiliares” durante o regime alimentar. Eles ajudam na desintoxicação do organismo atuando como diuréticos, laxativos, colagogos (estimulantes do fígado e da digestão), etc.

Boa semana pra todas (os) !

Comprei uma bike

Olá Meninas e MeninOs :)

Tudo bom com vocês?!?!
Amanhã é feriado aqui na França, vou passear com minhas amigas em Cannes, vou tirar novas fotinhos, oba!!! ;)
Então a novidade é que eu consegui comprar uma bicicleta ergométrica ontem !!! :) Ontem à noite fiz 50 minutos, sai com a bunda doendo… hehehe, mas esta valendo! Pretendo fazer todos os dias e tentar fazer duas vezes ao dia, não sei se vou conseguir, mas vou tentar! Achei uma reportagem antiga falando que a Isadora Ribeiro faz bicicleta ergométrica para ajudar a manter o peso, olha as pernas e coxas desta mulher, quero igual (risos).

Medidas em 04/01/04 , 12/09/05,10/10/05 e 10/11/05:

Busto: 112 cm –> 94 cm–> 92 cm –> 90 cm = – 22 cm
Braço: 34 cm –> 25 cm –> 25 cm –> 25 cm = – 9 cm
Joelho: 58 cm –> 40 cm –> 40 cm –> 39 cm = – 19 cm
Cintura: 101 cm –> 76 cm –> 74 cm –> 72 cm = – 29 cm
Barriga: 114 cm –> 86 cm –> 85 cm –> 83 cm = – 31 cm
Coxa: 78 cm –> 60 cm –> 58 cm –> 57 cm = – 21 cm
Tornozelo: 24 cm –> 21 cm –> 21 cm –> 21 cm = – 3 cm
Quadril: 129 cm –> 94 cm –> 92 cm –> 90 cm = – 39 cm
Culote: 132 cm –> 104 cm –> 102 cm –> 99 cm = – 33 cm

O que gostaria de diminuir:

- 2 cm de busto;
- 3 cm ou 4 cm de cintura;
- 3 cm de barriga (pelo menos);
- 3 ou 4 cm de coxa (que sonho!);
- 2 ou 3 cm de quadril;
- culote –> BASTANTE *rs*

Vou comprar um oculos para quem não tem e trocar o oculos ou a lente de quem ja tem (risos). Vcs estão vendo beleza onde não tem (risos).
Ah, pediram para eu mostrar foto da minha barriga, estão doidas (risos), ela é simplesmente horrivel, o dia que ela estiver descente mostro a diferença, agora nem em sonho ;)

Informações:

- QUANTAS CALORIAS UMA PESSOA NORMALMENTE GASTA EM UM DIA?

Isto varia muito de pessoa para pessoa, mas no geral podemos dizer que em média uma pessoa gaste entre 2000 e 3000 calorias por dia, sendo que os homens gastam um pouco mais que as mulheres.
Algumas pessoas, no entanto, chegam a ¿queimar¿ até 5000 calorias num dia, enquanto outras “queimam” menos de mil. Chamamos a isso de diferenças de metabolismo.

- O QUE DETERMINA A QUANTIDADE DE CALORIAS QUE UMA PESSOA “QUEIMA”?

São vários os fatores que levam a estas diferenças de metabolismo. Vejamos alguns deles:

Hereditariedade:
É inquestionável que a predisposição à obesidade pode ser genética. Uma criança tem 10% de chance de tornar-se obesa se os pais tiverem peso normal, 50% de chance se um dos pais for obeso e 80% de chance se ambos os pais forem obesos.

Idade:
Em fases distintas da vida uma pessoa pode queimar mais ou menos calorias. Por exemplo: adolescentes em geral queimam mais calorias que uma pessoa idosa (por isso ha uma tendência de pessoas mais velhas acumularem gordura). Isto pode estar relacionado à diminuição no ritmo de vida e na acomodação natural da idade, ou ainda relacionados com menopausa e andropausa.

Atividade física:
É natural e fácil de entender que uma pessoa mais ativa, que tenha um trabalho pesado e desgastante ou que faça atividades físicas diárias gaste mais calorias que uma pessoa que trabalhe sentada e que não pratique atividades físicas constantes. A propósito, antigamente existiam menos obesos porque as facilidades eram menores, a vida mais dura e as pessoas eram obrigadas a se movimentar mais, queimando mais calorias. Hoje, com as comodidades da tecnologia e com o crescente poder aquisitivo das pessoas, o uso de carros, controle remoto, etc, levamos uma vida muito sedentária e quase não queimamos calorias. No entanto comemos cada vez mais alimentos industrializados, engordurados, hipercalóricos, disso resultando tantos problemas de saúde como obesidade, colesterol, e etc.

Fatores hormonais:
Alterações hormonais podem levar uma pessoa a engordar ou emagrecer, dependendo do hormônio envolvido. Por exemplo, o hipotiroidismo, o hipertiroidismo, alterações nos hormônios relacionados ao ciclo menstrual, etc. Devemos ressaltar, no entanto, que os casos de obesidade por alterações hormonais são menos frequentes que se imagina..

Sistema nervoso:
É indiscutível que uma alteração no sistema nervoso pode interferir no ganho ou perda de peso. Isto se dá de dois modos distintos: O primeiro em nível de alteração do metabolismo (um choque emocional ou um desequilíbrio no sistema nervoso pode fazer com que uma pessoa engorde ou emagreça). O segundo em nível de ansiedade que às vezes provoca hiperfagia (fome excessiva) fazendo com que a pessoa engorde por comer compulsivamente.

Uso de medicamentos:
Certos remédios como os corticóides, antidepressivos, hormônios, anticoncepcionais, antialérgicos, etc. podem alterar o metabolismo (ou provocar retenção de líquido) fazendo com que a pessoa ganhe peso, mesmo sem comer exageradamente.

Outros fatores:
Vários outros fatores podem nos fazer engordar como parar de fumar, parar de fazer exercícios (e continuar comendo bastante), a retirada das amígdalas, a laqueadura, a menopausa, e etc.

Qualquer um destes fatores citados, associado a uma alimentação desbalanceada, pode ser o responsáveis diretos por todos os casos de obesidade existente.

- COMO PODEMOS CLASSIFICAR A OBESIDADE?

De forma resumida podemos dizer que existam dois grandes grupos de obesos:

_ Obesos por excesso de ingestão de calorias e/ou baixo consumo (vida sedentária).

Este primeiro grupo representa a grande maioria dos casos de obesidade e resulta de alimentação desbalanceada com excesso de ingestão de calorias associado à vida sedentária (baixo consumo de energia).
O excesso de comida, o uso de suplementos alimentares sem necessidade (vitaminas, por exemplo), a ingestão de alimentos que apenas engordam e não nutrem (açúcar branco e arroz polido, por exemplo), e o excesso de açúcares e gorduras são alguns fatores determinantes da obesidade.
Aspectos culturais também influenciam na obesidade, pois herdamos de nossos pais a ¿mania¿ de comer além de nossas necessidades, principalmente alimentos ricos em açúcar (doces e massas) e gorduras.

_ Obesos “doentes”, isto é, pessoas que engordam mesmo sem comer exageradamente.

Este segundo grupo representa aquelas pessoas que engordam devido a problemas de saúde como alterações metabólicas, fisiológicos ou endócrinas (alterações hormonais). Devido a estas alterações ocorre uma diminuição no metabolismo (queima de calorias) e a pessoa engorda ou tem dificuldade para emagrecer, mesmo comendo pouco.

- QUAIS OS FATORES QUE INFLUENCIAM O EMAGRECIMENTO?

O emagrecimento envolve fatores complexos e não é uma questão meramente matemática.
Matematicamente falando, se uma pessoa gasta 2000 calorias num dia e come 3000 ela irá engordar. Se a pessoa comer as mesmas 2000 calorias que gasta ela manterá o peso e se comer menos que isso ela emagrecerá. Porém, vários fatores influenciam a queima e o armazenamento de calorias. O excesso de alimentação é apenas um destes fatores, por isso nem sempre o regime alimentar funciona. É fundamental uma análise de todos os fatores que envolvem a pessoa do obeso, desde alterações metabólicas e hormonais até as suas frustrações, suas carências, seu desânimo frente aos problemas (que normalmente o levam a uma baixo-estima). É como se o obeso desistisse de sua vaidade. Como regra geral, no entanto, independente das variáveis individuais, toda vez que comermos mais calorias do que necessitamos o resultado será a obesidade.

- POR QUE O ORGANISMO ARMAZENA AS CALORIAS QUE COMEMOS A MAIS?

Ele faz isso devido ao instinto de sobrevivência. O organismo não sabe se amanhã ou depois ele terá o que comer. Por isso, armazenar calorias para o organismo é uma segurança. E a forma como ele armazena estas calorias são as gorduras. Por isso costumamos dizer que as gorduras são uma espécie de poupança de calorias do organismo.
Em caso de necessidade o organismo queima estas gorduras obtendo de volta as calorias que ele havia armazenado. É isto o que ocorre durante o regime de emagrecimento. Ao ingerir poucas calorias (menos do que o corpo necessita), nós forçamos o organismo a utilizar as calorias armazenadas, o que gera a queima de gorduras e o emagrecimento.
Porém, algumas pessoas que tem o metabolismo baixo (que queimam poucas calorias), mesmo que façam um regime alimentar tem dificuldade para perder peso. Para estas pessoas é fundamental o tratamento no sentido de melhorar o metabolismo.

- É POSSÍVEL EMAGRECER COMENDO BEM?

Sim, fazer regime não significa necessariamente comer pouco. A maioria das pessoas acha que fazer regime significa passar fome, fazer grandes sacrifícios, comer o pão (diet) que o diabo amassou. Mas estão erradas.
O que faz uma pessoa engordar não é a quantidade de alimento que ela ingere, mas sim a qualidade do alimento, isto é, se o alimento é rico ou pobre em calorias.
Partindo deste princípio, uma pessoa pode engordar mesmo comendo pouco, basta que o alimento ingerido seja hipercalórico. Por outro lado uma pessoa pode comer bastante ingerindo poucas calorias se o alimento for hipocalórico. Lembre-se: Comer bem não significa necessariamente comer muito.

Exemplos de alimentos hipercalóricos (CADA 100G)

Gorduras
900 calorias

Álcool
700 calorias

Açúcar
400 calorias

Massas
400 calorias

Proteínas
400 calorias

Exemplos de alimentos hipocalóricos (CADA 100G)

Couve-flor cozida
10 calorias

Alface
15 calorias

Pepino
15 calorias

Palmito
18 calorias

Tomate
21 calorias

De modo geral, todas as frutas, legumes e verduras podem ser considerados alimentos hipocalóricos (normalmente contém menos que 60 calorias por 100g), com exceção da banana (120cal) e do abacate (160cal).
Por isso é muito importante escolher bem os alimentos que vamos comer. Em termos calóricos, ingerir 100g de gordura equivale a comer 9kg de couve-flor cozida ou 6kg de pepino ou ainda 4,3kg de tomate.
Perceba que podemos comer pouco ou bastante com a mesma quantidade de calorias. Escolhendo bem nossos alimentos nós podemos emagrecer sem passar fome. Basta saber comer.

- QUANTAS CALORIAS DEVEMOS INGERIR DURANTE O REGIME?

Normalmente o limite durante o regime é de 1200 calorias por dia. Podemos atingir este valor comendo pouco ou bastante. Por exemplo: Para atingir este limite (1200 calorias) nós podemos comer apenas 122 gramas de gorduras, ou então 7 quilos de pepino ou ainda 5kg de tomate. Isto significa que mesmo se alguém conseguisse comer 5kg de tomate num dia esta pessoa não iria engordar, pois 5kg de tomate tem menos de 1200 calorias.
Também é importante salientar que se comermos sempre o mesmo tipo de alimento, em pouco tempo estaremos enjoados dele. Portanto, é bom variar os tipos de saladas e frutas que comemos.

Passiflora

** Continua no proximo post **

PARABENS para nossa amiga “Valérie Roberto”, que faz aniversario hoje!!! Que Deus a abençoe, realize todos os seus sonhos e que ela elimine todos os kgs que ela deseja :)

Vou faze bicicleta daqui a pouco e arrumar a casa, esta uma bagunça :(

Mudança de hábito

Olá Meninas e MeninOs :)

Tudo bem com vocês?! :)
Por aqui tudo bem, ontem consegui fazer os exercicios!
Baixei na internet uma aula de “Body Jam”, eu e meu marido vimos metade do video ontem, achamos legal e vou tentar fazer hoje, não sou nada boa em dança (risos).
Talvez amanhã eu tenha uma novidade pra contar, não é nada demais não, mas eu vou ficar feliz :)
Abaixo uma montagem, na primeira foto eu estava com cerca de 107 Kg (23 de novembro de 2003), hoje quase 3 anos depois estou com 39 kg a menos.

A Anne Diet disse que estava vendo minhas fotos e o filho de 11 anos não acreditou que era a mesma pessoa, ontem uma amiga disse que mostrou minhas fotos atuais pro irmão e ele não acreditou, falou que ela estava enganando ele… hahahaha, essas coisas são boas de ouvir, da um ânimo maior ainda :)
Ah, não reparem minha ” cara” linda, o sol estava batendo (risos)

Mudança de hábito

Perder peso e não engordar nunca mais. Gostou da idéia? Então experimente este programa que ajuda você consertar seus hábitos alimentares sem sofrer. É satisfação garantida e nenhum quilo de volta

por Eliane Contreras foto Zeca de Sousa

Não foi do dia para a noite que você aprendeu a gostar de fritura, salgadinho, doce de leite. Então, se está disposta a comer melhor e mudar de vida, não espere milagre instantâneo. “Os erros à mesa devem ser deixados de lado aos poucos e os bons hábitos adquiridos gradativamente”, fala a nutricionista Andrea Esquivel, da Clínica de Medicina Avançada, em São Paulo (SP). Ou seja, virar o cardápio do avesso e tentar mudar tudo de uma vez é o mesmo que entrar numa guerra para perder- seu corpo vai reclamar e você não vai segurar a onda.

Para ajudar você a ter sucesso nessa empreitada, BOA FORMA trouxe de nossa visita de Anaheim, nos Estados Unidos, uma proposta que dá certo. Lá, no maior encontro de profissionais de fitness do mundo, a IDEA, superespecialistas em emagrecer sem sofrer elegeram a saída para esse drama de tantas garotas: o pulo-do-gato é fazer uma mudança por vez. Só depois que a primeira modificação vira hábito, você parte para o próximo desafio. Para fazer essa virada, é preciso acreditar que a nova atitude vai trazer um benefício e que não exigirá um grande esforço para entrar na nossa vida.

Com isso em mente, fica mais fácil fazer as alterações na alimentação, diz a norte-americana Kristine Clark, diretora de nutrição do Centro de Medicina Esportiva da Universidade da Pensilvânia (EUA), que aposta no método.
Baseada nessa idéia, a nutricionista Rosana de Oliveira, do Spa Naturallis, em Natal (RN), preparou um programa de três meses. Na primeira semana, você começa a beber mais água até chegar a 2 litros por dia. Fácil demais? A regra que comanda esse jogo é: devagar e sempre. Na segunda semana, você investe em mais um novo hábito e treina durante sete dias, sem, é claro, abandonar a conquista da semana anterior. E assim vai.

Se você já pratica qualquer dos desafios propostos, ótimo! Passe para o próximo. Mas, se escorregar, não desanime. Tente novamente e vá em frente. Já os sucessos, mesmo pequenos, merecem ser premiados. Se dê um presente no final de cada semana: vale chamar a turma para dançar, reservar uma tarde de sábado para aquela amiga que não vê há tempos ou assistir um filme alto- astral. Depois das 12 semanas, é só comemorar os quilos a menos naquele tubinho ma-ra-vi-lho-so.

A cada semana, uma nova conquista
Semana 1
água antes de comer
Você já sabe que o corpo precisa de oito a dez copos todo dia. O truque é quando tomar. Anote: dois copos de água uma hora antes do café da manhã, do almoço e do jantar. Antes de cada lanche, mais um copo. ¿Nosso corpo nem sempre identifica bem a sede¿, diz Kristine Clark. “Por conta disso, às vezes confundimos a falta de hidratação com fome e exageramos na comida.”
Tática: você pode deixar lembretes do tipo “não se esqueça da água” na agenda ou na caixa postal do celular. Manter uma garrafinha cheia na mesa de trabalho ou na bolsa dá certo.

Semana 2
café da manhã todos os dias
Pesquisas comprovam que quem toma um café da manhã nutritivo corre menos risco de comer feito uma leoa nas outras refeições. Além disso, você garante mais pique e concentração. Uma fruta, uma xícara de café com leite desnatado e uma fatia de pão integral com presunto magro ou peito de peru é uma ótima pedida para começar bem o dia.
Tática: se não tem apetite quando acorda, comece com a fruta e, aos poucos, acrescente outros alimentos. Quem vive correndo pode optar por produtos prontos e saudáveis, como iogurte desnatado, suco light de caixinha, torrada integral e barrinha de cereais.

Semana 3
mais refeições
“Quem divide o que come em cinco refeições por dia acelera o metabolismo entre 5 e 15%”, diz a nutricionista Heloísa Guarita, especialista em fisiologia do exercício. Imagina se você ainda maneirar nas porções: é emagrecimento na certa, porque você evita os picos de fome.
Tática: o ideal é comer a cada três ou quatro horas. Se você toma o café da manhã às 7 h, faça um lanche às 10 h, almoce às 13 h, lanche às 16 h e jante às 20 h.

Semana 4
refri uma vez por semana
Aproveite que você já adquiriu o hábito de beber mais água e reduza o refrigerante, que não acrescenta nada de bom ao organismo. Light ou normal, tanto faz: consumidos com a comida, diluem o suco gástrico e prejudicam a digestão.
Tática: nas refeições, tome no máximo meio copo de água. No barzinho ou no restaurante, vá de sucos pouco calóricos, como maracujá e limão com adoçante.

Semana 5
mais fruta, menos fome
As frutas frescas são cheias de vitaminas, minerais e fibras. Ou seja, alimentam e enganam a fome. Coma de três a quatro porções por dia, variando os tipos e inclua sempre uma cítrica (laranja, mexerica, limão) para melhorar a absorção do ferro presente nos outros alimentos.
Tática: substitua o doce da sobremesa por uma fruta e economize um montão de calorias. Se detesta fruta, comece com as desidratadas, que são bem docinhas.

Semana 6
a vez dos integrais
Seu organismo consome mais calorias para digerir os produtos integrais do que os refinados. Quer mais? As fibras presentes especialmente nos grãos e nas farinhas integrais melhoram o funcionamento do intestino, varrem as toxinas do corpo e aumentam a sensação de saciedade, já que tornam a digestão mais lenta.
Tática: troque o pão branco pelo integral, de centeio ou de aveia, de preferência light. Depois, faça o mesmo com o arroz e o macarrão. Acrescente grãos (soja, cevadinha, grão-de-bico) nas saladas; aveia nas sopas; granola no iogurte; gérmen de trigo nos sucos ou nas frutas picadas.

Semana 7
chocolate pela metade
Esse é o tipo de alimento que na medida certa faz bem: a todo momento surgem estudos comprovando que o polifenol, substância presente no chocolate, protege o coração, reduz o colesterol ruim, combate o envelhecimento precoce. Em excesso, a gente já sabe: vira pneuzinho.
Tática: em vez de comer uma barra inteira, coma metade mais uma maçã ou uma fatia de mamão. A fruta vai ajudá-la a chegar a um Alpino por dia. Barrinhas de cereais e frutas secas cobertas com chocolate (tipo Supino) também matam o desejo e têm inúmeras calorias a menos.

Semana 8
lanches mais saudáveis
A mania de comer biscoito, bala e docinhos o tempo inteiro arrasa qualquer silhueta. Veja só: 1 bombom + 50 g de ovinhos de amendoim + 3 balas + 3 biscoitos recheados = 553 calorias, mais
de 1/3 do que deveria consumir num dia inteiro.
Tática: se você ama doce, na hora do lanche procure trocar o biscoito recheado por ameixa, banana ou damasco seco. Se não vive sem salgado, vá de sanduíche de pão integral com presunto magro. Outras opções gostosas: iogurte light com frutas; um punhado de amêndoas cruas sem sal; 1 suco light de caixinha com 2 torradas integrais; um capuccino com leite desnatado.

Semana 9
mastigue, mastigue, mastigue
Quanto mais você mastigar os alimentos, melhor para a digestão e para espantar os quilos extras. A saciedade tem a ver com o tempo que levamos para comer. A partir de 20 minutos de mastigação, o cérebro começa a receber mensagens de que o corpo já está satisfeito. Se terminar a refeição antes desse tempo, vai querer repetir o prato.
Tática: a cada garfada, descanse os talheres ao lado do prato enquanto mastiga. Você também pode contar o quanto mastiga cada garfada:
20 vezes é um bom número.

Semana 10
50% menos gordura
Você não vive sem batata frita? Não precisa eliminar da sua vida, mas também não dá para comer todo dia e ser feliz… Reserve as frituras para os fins de semana e corte a quantidade pela metade.
Tática: em casa, mude a forma de preparo. No lugar de mergulhar os nuggets e pasteizinhos na frigideira, leve-os ao forno. Faça o mesmo com o bife e os filés de peixe e de frango.

Semana 11
verde antes de tudo
Você pode comer folhas à vontade. São levíssimas e têm um montão de vitaminas e fibras. Um prato só de verdes antes do almoço vai ocupar seu estômago e você vai acabar comendo menos alimentos que engordam. Para temperar, use uma colher de chá de azeite com limão e pouco sal; mostarda; shoyu light, vinagre ou molho de iogurte.
Tática: rúcula, agrião, escarola, acelga e alface podem ser consumidos refogados, picadinhos nas sopas, na carne moída, no frango de panela, no recheio das tortas, massas e panquecas e até nos sucos (evite coá-los para manter as fibras intactas).

Semana 12
jantar até as 20h
Quando dormimos, o metabolismo desacelera e a gente consome menos energia. Quanto mais próximo da hora de dormir você jantar, maior o risco de armazenar gorduras. O ideal é comer pelo menos duas horas antes de ir para a cama: se isso acontece por volta das 22 h, jantar às 20 h é uma boa pedida.
Tática: quando for impossível comer mais cedo, faça um prato mais leve, com salada, vegetais cozidos e carnes brancas magras, de preferência grelhadas, ou tome uma sopa de legumes, mas nunca deixe de jantar

Revista Boa Forma

Não se previna para uma recaída

Olá Meninas e MeninOs :)

Como é que foi o final de semana de vcs?! O meu foi praticamente como todos (risos), fui ao Carrefour com um casal de amigos no sabado e depois fomos à casa de outro casal amigo, no domingo fomos novamente na casa dos nosso amigos (conversar e jogar UNO).
A unica coisa ruim é que não consigo comer direito (quase sempre acabo comendo menos), bebendo menos agua e as vezes fico sem beber o cha verde :(
Meu peso tem oscilado entre 68 e 69 kg, isso pq tenho comido como sempre, não comi nada de diferente (praticamente) essa semana.
Ponto NEGATIVO para mim, quase não tenho feito exercicio :( , estou brava comigo, tenho que mudar isso!!!
Nem contei para vocês, mas ja teve uma pessoa que reparou e comentou, estou usando a aliança no dedo do meio (risos), é que no dedo correto ela cai, simplesmente NÃO fica no dedo e no dedo do meio ja esta larguinha, qualquer dia vou ter que andar sem aliança, pq “diminui-la” aqui não deve ser nada barato.
Como andaram pedindo, vou continuar colocando trechos do livro :)

Livre pra Emagrecer
Ed.Betânia
Neva Coyçe e Marie Chapian

Não se previna para uma recaída

Certa senhora de nome Sue,ao fazer o ‘balanço’ de sua despensa, deu-se conta de que tinha o habito de guardar, no canto da prateleira, um ou outro tipo de
alimento engordante, para o caso de no futuro vir a precisar dele. Temia que um dia viesse a ter vontade de quebrar o regime; guardando-os ali teria alguma
coisa para comer no momento da ‘recaída’.
Não faça isso! Não se previna para ter uma recaída! Prepare-se para vencer. Se você se condicionar para ter sucesso, certeamente terá.
Abasteça sua geladeira e despensa com alimentos que pode comer. Se seus familiares comem outras coisas que você não come, guarde-as em lugares onde não as
veja. Se se sente tentado a comer biscoitos, não os deixe em vidros, onde os enxerga facilmente. Se se sente tentado a chupar balas e a comer doces, não os
deixe em cima da mesa. Guarde os bolos e outras quitandas fora da vista (principalmente se ja foi cortaso você pode se sentir tentada a ‘acertar’ o corte
dele, e depois vai acabr descobrindo que ja acertou e comeru quase a metade dele). Além disso, é bom guardar os restos de alimentos, assim que acabar de
almoçar ou jantar, para não ser tentada a ‘terminar’ com eles.
Marge estava sendo bastante fiel ao seu regime, mas mesmo assim constatou que engordara quase dois quilos e meio numa semana. Fazendo um retrispecto,
descobriu que o motivo disso tinha sido seu habito de ‘lambiscar’os restinhos de alimentos: aquele pedacinho mais tostado da carne assada, a cobertura de
bolo que o filho largara, um pouquinho de geléia que ficara na faca, as migalhas de bolo que haviam sobrado na assadeira, o restinho de molho branco, um
punhadinho de macarronada que sobrara, ‘apenas uma provinha’.
Essas provinhas às vezes causam um estrago! Uma colher de sopa de geléia contém 50 calorias; meia tijela de maionese (batata) contém 175 calorias; um
biscoito doce grande, 100 calorias. Juntando-se a isso as outras ‘lambiscadas’ que fazemos no resto do dia temos um total de calorias equivalente a duas
refeições.
É possivel que, ao fazer o ‘balanço’ de sua despensa, você descubra alguns fatos muito interessantes sobre si mesma, e sobre os alimentos que compra. Certa
senhora contou numa reunião de seu grupo que havia descoberto que comprava balas e doces ‘para os filhos’, mas sempre os escondia num cantinho do armario e
acabava comendo-os. Muitas vezes, esses alimentos com alto teor de calorias que você diz comprar para os filhos, ou para servir aos amigos terminam é em sua
boca mesmo.
Talvez você seja parecida com aquela senhora que compra alguns sonhos ‘para os filhos’. Mas no caminho para casa, ainda no carro, ela come um, e depois mais
outro. Aí ela se dá conta de que desinteirou os bolinhos, e não pode chegar em casa com dois faltando. Então come o resto.
Ou talvez ja tenha tido uma experiência igual ao homem que comprou uma caixa de sorvete ‘para a sua familia’, mas acabou comento todo ele sozinho.
Examine BEM suas motivações ao comprar certos alimentos. Nada disponhais para a carne. Se aquele sorvete no congelador é uma pedra de tropeço pra você, não o
compre mais.”

Como tudo isso é verdade,né? Ainda não tenho filhos, mas acredito que deve acontecer muito disso, da mãe comprar pra si e dizer que é pro filho e comer tudo sozinho, enganando a si mesma. Alguém comprar chocolate, biscoitos e outros para uma possivel recaida, não esta tendo força de vontade, pq qualquer problema que aconteça vai descontar nos tais “alimentos”.
Tem certas coisas que as vezes eu prefiro não comer, pq sei que se eu comer um pedacinho posso não conseguir parar e dai “lascou” tudo (risos).
Esse lance de comer um pouco ali, outro ali é “engraçado”, pq as vezes engordamos mais nessa do que nas proprias refeições que fazemos e depois não sabemos pq motivo engordamos se foi “so” uns pedacinhos disso e daquilo.
TOMEMOS CUIDADO com todos os nossos atos, por isso estou me policiando nas anotações (tentado anotar sempre o que como), para depois ver no que possa estar errando.
Reflitamos sobre esse trecho do livro, tenho certeza que ajudara a vocês, como me ajudou a refletir tbm!

Uma boa semana e sucesso pra todas!!!!

Aprenda a atingir seu alvo!

Olá Meninas e MeninOs :)

Como é que vocês estão?! Por aqui tudo bem.
Aqui ja esta fazendo frio, como eu DETESTO o frio, me da uma preguiça, tenho mais sono que o normal, ai,ai…. E o inverno nem chegou ainda.
Ontem voltei a anotar tudo (ou quase), mas sempre me controlando, nunca como mais que o normal, o problema é que as vezes como menos do que deveria, tudo por não organizar bem as refeições, mas agora voltei a anotar tudo, não vou deixar isso de lado não.
Tbm acredito que conseguirei manter meu peso, o problema é que mesmo assim o “medo” de engordar fica passando por aqui…é algo inevital, afinal não foi facinho emagrecer, foi uma longa caminhada, tenho vontade de experimentar uma ou outra coisa, mas fico com medo de engordar, não é facil não… mas uma hora tiro isso de “letra” :)
Ja li na internet e o proprio Dr.Drauzio Varella disse que para CADA kg eliminado levamos 1 mês pra manter, mas isso é a partir de que começamos a emagrecer ou depois que chegamos a nossa meta? Vou precisar 3 anos, 2 meses e 15 dias de constante cuidado?! (anotando tudo e etc) ou 1 ano, 5 meses e 15 dias (ja que emagreci em 1 ano e 9 meses) ?!?!
Abaixo mais uma reportagem legal :)

Aprenda a atingir seu alvo!

Principalmente aquele velho desejo de emagrecer.
Chega de ficar so na vontade: entenda-se melhor e faça as coisas acontecerem.

Há desejos carregados por tão longo tempo que acabam se tornando mitos. Emagrecer é um deles. Tente lembrar desde quando você quer afinar e ficar de bem com seu peso.
Quantas vezes tomou a decisão de resolver, de vez, a questão. E não foi adiante, por ansiedade ou até por causa do humor. Ou porque você é daquele tipo que encara as coisas em termos de tudo ou nada: se não fizer perfeito, sem “vacilações”, não consegue se perdoar e seguir em frente.
Só há uma coisa a fazer: respirar fundo e procurar se entender melhor. Como? Veja algumas dicas.

NADA DE COMER PELO EMOCIONAL

Identifique o que abala você
Auto-conhecimento é necessário para descobrir o que levou você a procurar o pacote de salgadinhos. Será cansaço ou contrariedade? Seja o que for, faça uma lista de ações alternativas para essas ocasiões: uma caminhada para ver as vitrines, ler o trecho de um livro, folhear uma revista, ligar o walkman. Uma pausa vai refrescar as idéias.

Questione-se
Pergunte-se se o que você está sentindo é fome ou se você está buscando comida por outras razões. Será que você está querendo realmente comer ou apenas desejando esquecer algo: A resposta vai ajudar você a tomar a decisão certa.

Ligue para alguém amigo
Falar sobre o que está mexendo com você, pode evitar aquela coisa de comer por comer. Todos temos alguém compreensivo que nos quer bem o suficiente para nos escutar. Pode ter certeza disso.

Pare de se preocupar
Você só tem controle sobre si e não sobre o parceiro, patrão, parente ou amigo. Se você nada pode fazer sobre algo, a única opção é, no momento, deixar as coisas fluírem.

Examine suas emoções
Pergunte-se do que você sente culpa. Ou ressentimento, medo, arrependimento, raiva. E então trate de lidar com essas emoções. Se for o caso, confronte a pessoa envolvida com elas. Desabafe com alguém sensato ou escreva uma carta (mesmo que você nunca a envie).

Desafie o poder da comida
Alimento é um substituto inadequado para preencher o vazio da solidão. Pergunte-se se consumir a caixa inteira de bombons vai fazer você ficar mais feliz. Provavelmente não. Então, não fique imaginando que eles estão acenando para você e lhe enviando mensagens irresistíveis.

Espiritualize-se
Medite sobre algum trecho religioso. Faça yoga ou aprenda a fazer exercícios relaxantes. Escolha um mantra para recitar em momentos de estresse. Tudo é valido para você se conhecer melhor.

MANTENHA A MOTIVAÇÃO EM ALTA

Não desista.
Inúmeras vezes a tentação de desistir fica forte. Afinal, não custa nada tomar essa decisão, pois ela é tão fácil…Em qualquer história de sucesso há derrotas ao longo do caminho. Mas lembre: para vencer, é preciso persistir até o final.

Você tem poder
Repita isso para você muitas vezes. Escreva essa frase em várias tiras de papel e coloque-as em lugares onde seu olhar passar. Programe essa frase na tela do seu computador.

Inspire-se
Há histórias de pessoas que passam por mil e uma dificuldades, mas que não deixam de levar o objetivo adiante. A Pense Leve traz sempre o relato de alguém que venceu a batalha dos quilos a mais. Uma delas pode fazer com que você sinta que também pode alcançar seu peso ideal.

Use a imaginação
Especialistas afirmam que se você conseguir visualizar-se do jeito que quer ficar, acabará por conseguir chegar lá. Focalize essa imagem na mente. Ao sentir que ela começa a desvanecer, volte a se concentrar até que o exercício se torne cada vez mais fácil e automático. Uma foto, dos tempos em que o corpo estava na medida certa pode ajudar ainda mais a concentração.

Descubra novas medidas de sucesso
Quem sabe, experimentar uma peça de roupa que antes não entrava em você. Isso pode trazer uma imensa sensação de progresso e felicidade. Às vezes não é o número de quilos emagrecidos que faz tanta diferença, mas a descoberta de que o zíper da calça agora fecha sem qualquer esforço extra.

Aprenda a minimizar o que você não gosta
Acredite, mesmo pessoas muito bonitas detestam certas partes do seu corpo. Portanto, o que há de dramático se você não gosta das suas pernas? Se você não tem como modificar o jeito que elas são, paciência – é bobagem continuar infeliz por causa disso. Elas conduzem você para todo o lado, não é mesmo? Você pode andar e dançar com elas, não é verdade?

Agrade-se
Faça uma massagem. Vá ao cabeleireiro. Pinte as unhas com uma cor diferente da usual. Consulte um esteticista. Compre aquela camisa que custa uma nota. Coloque sais de banho na banheira e mergulhe na espuma macia e perfumada como se estivesse dentro da cena de um filme com final feliz. Essas coisas fazem a gente parecer e se sentir bem.

Não fale mal de você
Se você parar de dizer “Não tenho força de vontade”, “Nada do que faço dá certo”, e começar a colocar essas frases no afirmativo, em pouco tempo seus pensamentos irão influenciar suas ações de maneira agradável e positiva.

Não se compare

Em vez disso, afirme: “Sou melhor ou tão boa quanto qualquer um”. Se mantiver constante essa crença, em pouco tempo vai sentir orgulho de você mesma.

Olhe-se no espelho e diga “Estou bem”
Talvez você não acredite nisso agora, mas o tempo será seu colaborador. Pode ser até que , no momento, você evite olhar no espelho, ou tenha vergonha de experimentar roupas numa loja. Não desanime: mantenha a auto-estima em alta e a disposição de emagrecer constante, o espelho vai confirmar bem depressa que você está ótima.

SEJA REALISTA

Mantenha-se flexível
Muitas pessoas que continuam magras nunca alcançaram aquele peso que imaginaram atingir no início da dieta. Mas elas conseguiram o peso real em que podem se manter. E isso é o que importa.

Não se impressione com números
Uma pessoa com músculos bem desenvolvidos pode pesar mais e estar perfeitamente bem em termos de aparência, saúde e bem estar. Nesse caso, não importa o que a balança registra, mas sim o que o seu visual apresenta em termos de harmonia e proporcionalidade.

Não seja perfeccionista
Há pessoas que se não fizerem tudo absolutamente certo desistem no primeiro deslize que cometem. contudo se o objetivo é conseguir emagrecer e permanecer assim, não importa o número de vezes que vai ser preciso recomeçar. O principal é manter o ânimo até conseguir o objetivo final.

Recomece sempre
Não espere a próxima segunda-feira, nem mesmo o dia seguinte para voltar à dieta. Você pode até seguir este ritual de recomeço: quando comer demais, beba um longo e fresquinho copo de água, para sinalizar que a comilança terminou e que você está retornando ao seu programa alimentar. Com o passar do tempo, essas recaídas se tornarão cada vez mais raras.

Descubra cedo
Não permita que os quilos voltem a se acumular grama a grama, quilo a quilo, novamente no seu corpo. Quando sentir qualquer parte da sua roupa apertar, vigie a quantidade dos alimentos que você está comendo e incremente a sua atividade física. O controle vai ficar bem mais fácil.

Vigilantes do Peso

Bom final de semana!!! :)

Bisous

68 kg: Consegui!!!

Olá Meninas e MeninOs :)

Como vocês estão?! Eu estou bem. Desculpem-me pela ausência, no final de semana eu sai, ontem preparei a nova “carinha” do meu blog e hoje (terça) foi feriado aqui, sai novamente.
Sexta-feira pedi meu marido para ir ao shopping comigo, eu queria experimentar umas roupas, mesmo não podendo comprar ($), fiquei bastante FELIZ com o resultado, experimentei :

- Uma saia equivalente a 42 no Brasil e ficou larguinha.
- Duas calças equivalentes a 42 no Brasil (sem strech), porém largas na cintura.
- Uma calça (com strech) equivalente a 38 no Brasil –> Isso mesmo!!! 38 , tudo bem que seja com strech, mas ja é algo bom, pq o meu problema é na coxa.
- Uma blusa equivalente a 38/40 no Brasil.

É pra ficar FELIZ ou não é?! :)
Para completar a felicidade, olha meu peso no sabado:

Uma fotinho minha no sabado.

Salada com “steak hâché” de atum.

Peço desculpas, eu disse que visitaria à todas (os), responderia e-mails etc e tal, mas realmente não deu e não sei qdo poderei, amanhã (quarta) irei fazer minha inscrição no curso de francês e outras coisas mais, a tarde vou sair com uma amiga, mas qdo puder irei responder à cada uma, não fiquem bravas e chateadas comigo por isso, não quero deixar ninguém assim, o dia que começar a acontecer isso eu vou ter que parar de escrever com frequência ou acabar com meu blog. Não sou metida e nem ingrata, realmente não tenho tido tempo.
Coloquei a “Minha Historia” aqui no blog para quem ainda não conhece e tiver interesse em conhecer! :)

Desejo muito sucesso pra todas :)

Bisous

P.S: Comunidade no orkut: “Quero e vou emagrecer!!!”:

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1636610

COMO MANTER PESO?

Olá Meninas e MeninOs :)

Tudo bem com vcs? Preparados para o final de semana?!?!
O feriado aqui sera no dia 1 de Novembro, então é provável que “enforquem” na segunda, o bom é que devemos passear um pouco e jogar “UNO” que é a nossa diversão agora.
Estou FELIZ, meu Blog esta em Destaque no site do Blogger, cliquem AQUI pra verem! Abaixo a parte escrita que esta la.

Essa semana havia comido o “steak hâché” e ficou vindo aquele gosto na boca o tempo todo (como se fosse um “arroto”, sei la como poso chamar*rs*), ontem comi quiche e a mesma aconteceu, sera pq,heim?! Não comi nada tão pesado assim e nem em grande quantidade. So sei que detesto isso :(
Esse final de semana tentarei responder aos emails e visitar todas (os),ok?!?!
Alaide dantas –> Não tenho seu e-mail e nem blog pra poder te responder, deixe no meu comentario,ta? :)
Achei uma reportagem que eu considero MUITO boa, acho que vale à pena TODO mundo ler!

COMO MANTER PESO?

Você chegou, enfim, ao peso desejado. A fase de manutenção é decisiva para conquistar o prazer de Ter um corpo magro por toda vida.

Como fazer isso?

A manutenção é a quarta fase do processo de emagrecimento. Primeiro vem a fase “abrupta”, marcada pela reeducação alimentar e por uma perda de peso mais acentuada. Depois, é a fase da “liberação”, na qual começam a ser introduzidos novos alimentos no cardápio que agradem ao seu paladar e façam você se sentir bem com a dieta. Ao atingir a meta, você entra na “manutenção da dieta”, que dura em torno de 6 meses.

Aqui, todos os alimentos são liberados e o desafio é conviver com todos eles, mas sem exageros. Em seguida, você chega enfim, à “manutenção do peso”, uma fase mais longa que deve durar cerca de 3 anos.
Esse tempo pode depender do seu histórico (tipo de alimentação anterior ao tratamento e dos exercícios que pratica atualmente).

Os especialistas que dizem que quem consegue passar pela “manutenção do peso” sem disparar na balança tem tudo para ser magro a vida toda. Entretanto, para vencer esse período com sucesso é preciso que você entenda o que ocorre no seu corpo e na sua cabeça.

Sempre que você faz uma dieta de baixas calorias, você começa a emagrecer e chega à queima de gordura.

Seu organismo (que não sabe o que está acontecendo e quer garantir sua sobrevivência) reage e tenta impedir. Dificultando a perda de peso muito bem. Ao chegar ao objetivo fixado, a ingestão de comida deve ser altamente controlada porque sempre que puder, o organismo vai armazenar os excessos em forma de gordura térmica, prevendo novos tempos de “vacas magras”.

Baseado, nessa explicação, percebe-se que a clássica postura do “estou magro (a), agora posso comer de tudo” é retorno certo para a obesidade. Durante o tempo de manutenção, seu corpo tem a oportunidade de reorganizar o sistema de retirada/guarda de energia, sendo esse o passaporte para um físico definitivamente esbelto.

Perdendo peso rapidamente

Outra coisa que acontece é que quanto mais rápido se perde peso, mais rápido se recupera.

Quem controla os ciclos de queima de gordura é o hipotálamo, que fica no cérebro. Se você emagrece muito depressa, ele se sente ameaçado e, assim que tiver oportunidade, tenta recuperar o que foi eliminado (é o mesmo processo da queima de gordura).

Uma perda lenta funciona como uma armadilha para o hipotálamo, que não percebe tanto as mudanças que estão ocorrendo. Além disso, com uma dieta de maior duração, o metabolismo tem tempo para ir se acostumando e se adaptando à nova realidade.

Normalmente, um emagrecimento acelerado está associado a uma dieta rígida, o que também é considerado uma grande perigo.

Cabeça magra em corpo magro

Além da agressão que pode apresentar para o organismo, você tem que considerar os aspectos psicológicos. A cabeça precisa de tempo para acompanhar a nova condição e aprender a conviver com ela. Cabeça magra em corpo magro. Essa é a chave do sucesso, que só se adquire com paciência e determinação.

Jogo psicológico

Por trás da escolha de uma dieta rígida pode estar um complexo jogo psicológico. Veja só:

4 Quem opta por algo drástico (jejuar, alimentar-se só de líquidos por vários dias, comer apenas frutas, etc.) provavelmente, não tem noção clara de que peso em excesso é um problema sério, que deve ser resolvido de forma equilibrada e consciente, respeitando o corpo e suas necessidades;
4 Essa pessoa tende a colocar na dieta a solução dos seus problemas e priva-se de tudo até conseguir o que quer. Não vai à festas para não cair em tentação e recusa convites dos amigos para jantar, sair, etc.
4 Assim que atinge o peso tão sonhado, acha que pode tudo. Afinal, já está magra e sofreu tanto! Além disso, quer se recompensar por todas os sentimentos e sensações reprimidas e relaxa na alimentação;
4 O fim dessa história você sabe: nossa personagem irá voltar a engordar rapidamente, jogando no time dos que dizem que nenhuma dieta funciona.

Medicamentos em dietas

Um outro aspecto que funciona na manutenção do peso é o tipo de tratamento. Aqueles que usam medicamentos, geralmente, fazem com que a pessoa perca os quilos extra, rapidamente. Entretanto, na zona de risco da recuperação rápida do peso.

Vale lembrar que, para as regras, existem as exceções. Alguém que opta por remédios, pode ser capaz de manter o peso, porém, tende a ter mais dificuldades.

É claro que existem casos que exigem medicação. Pessoas com problema de saúde, disfunção hormonal, etc., mas esses casos representam menos de 5% das ocorrências.

Definitivamente magro (a):

Seja qual for o caminho que o levou ao peso certo, quando se chega ao fim, a última coisa que se quer é voltar a engordar.

Confira algumas dicas para você garantir a sua nova forma para sempre:

1. Aceite de uma vez por todas, que obesidade é um problema crônico, que deve ser cuidado para o resto da vida. Portanto, não descuide jamais de sua alimentação, exercícios e autoconhecimento.
2. Mantenha a consciência de que se você não se cuidar, pode engordar de novo, a qualquer momento e sem aviso prévio.
3. Adote certas posturas em relação à alimentação:

A. Espere a fome para comer;
B. Coma devagar;
C. Não faça outras atividades enquanto se alimenta.

4. Trate cada novo desafio como uma oportunidade de aprendizado.
5. Anote o que você come para ter controle sobre a quantidade de alimento ingerido.
6. Tenha uma roupa de referência (um jeans, por exemplo). Quando apertar um pouco, já é hora de tomar providências.
7. Acostume-se a comer sempre a mesma quantidade de comida, sem ultrapassar as calorias que, normalmente, você gasta.
8. Na hora do desânimo e da tentação, pense em tudo o que você passou. Projete um “filminho” em sua cabeça com os piores e melhores momentos de todo o processo de emagrecimento. Olhe-se no espelho e se admire, se conheça. E, definitivamente, não jogue tudo fora.

O controle permanente de peso envolve uma boa dose de trabalho, mas, ele traz consigo, o prazer de realizações, à medida que você consegue manter a vitória.”

Pense Magro

Beijocas , Bom final de semana e MUITO SUCESSO!!! :)

P.S: Comunidade no orkut: “Quero e vou emagrecer!!!”:

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1636610

Auto imagem

Olá Meninas e MeninOs :)

Tudo bem com vcs? Por aqui tudo bem!!!
Meu novo peso abaixo:

A “Lu Russa” fez uma HOMENAGEM pra mim no blog dela, que lindo :) Olhem!!!

Quero agradecer por vcs se preocuparem comigo, quererem o meu bem, me alertarem.
Me olho no espelho e me vejo magra, mas um magra muito diferente das fotos, que esquisito, estranho.
Pedi meu marido para tirar umas fotos minhas ontem e ao me ver me espantei, me achei “magricela” (risos) e perguntei pra ele se estou igual na foto, ele me olhou, nem respondeu (risos), dai eu perguntei de novo e ele disse que sim. Como isso pode acontecer?! Alguém tem alguma explicação?!
Ontem fiz meus exercicios :), estou feliz de estar conseguindo fazer como o planejado –> pelo menos 3 x por semana.
Uma das fotinhos de ontem…

Respondendo a pergunta da Débora: Meu curso de francês so começa em fevereiro, dai terei menos tempo :( , serão 3h de aula todo dia, mas sera por um bom motivo :)

Estava pesquisando na internet sobre Auto Imagem e achei uma reportagem interessante, não sei se ira ajudar muitas pessoas, mas talvez ajude alguém.

AUTO IMAGEM

Pode parecer incoerente, mas mesmo com a balança acusando o excesso de peso, as roupas ficando muito justas ou sendo deixadas de lado ou mesmo amigos fazendo comentários, há pessoas que mantém uma imagem distorcida de si próprias, o que faz com que se retarde qualquer decisão de emagrecer.

Essa atitude não é teimosia ou revolta. Não é algo feito de propósito, mas sim de maneira inconsciente.

Em outras palavras, dependendo do momento que o indivíduo vive, lutar contra a gordura é muito difícil. Isso pode acontecer quando estamos fragilizados, em crise, tristes, sozinhos. Nessa hora, encarar o espelho e perceber que além de todos os problemas, existe mais um: o corpo. É muito duro.

Nosso cérebro entende isso e ativa mecanismos de defesa. Dessa forma, você não vê, ou minimiza o que está estampado à sua frente (os quilos a mais) e segue a vida se enganando, porém “sem” sofrer.

É exatamente isso que a mente do gordo quer: evitar o sofrimento, pois acredita que não está em condições de encarar os problemas de frente.

Existem vários mecanismos que retardam essa tomada de consciência: vestir roupas largas, com elástico na cintura para disfarçar a gordura, evitar olhar-se no espelho por inteiro, fugir de vídeos e fotos, etc. Também pode acontecer de o indivíduo não escutar os comentários sobre sua obesidade, pois o cérebro realmente não registra o que está sendo dito, novamente com o intuito de proteção. Tudo porque naquele momento é impossível tomar uma atitude.

Todo esse aspecto está relacionado à questão da auto-imagem (imagem que a pessoa tem a respeito de si própria). Quanto mais distante da realidade, maior será a dificuldade em emagrecer.

Essa distorção pode ocorrer de 3 formas diferentes:

1. Você distorce a realidade e não se vê gordo. É o caso extremo de negação de si mesma. Age como se estivesse anestesiada para o mundo.

2. Você tem noção do seu tamanho, mas não está preparada para mudar: esse comportamento é característico do gordo iô-iô. Você percebe o problema e alterna suas reações, às vezes disfarça e, por outras, tenta resolver , quase sempre sem sucesso, porque falta a aceitação plena.

3. Você se aceita como está e se propõe a mudar: essa é a fase adequada para ter sucesso em seu tratamento (emagrecimento). Tem consciência da obesidade e existe a determinação para acabar com ela.

Para se chegar ao 3.º estágio, é necessário melhorar a auto-estima, se assumir como alguém com excesso de peso que precisa se responsabilizar por seu emagrecimento. Colocar a culpa dos quilos em excesso, em remédios, médicos ou dietas milagrosas são posturas que não existem mais.

Temos que emagrecer a mente e não só o corpo se quisermos nos manter magros.

No processo de emagrecimento, você deve ir alternando hábitos e ações de acordo com o novo corpo que for adquirindo, enfim a imagem mental de magra.

Se você sofre com o problema de obesidade deve se testar em situações reais, para ver em que estágio se encontra.

Embora essa questão seja complexa, é possível ver se há distorção da realidade quando:

4 Os outros falam coisas que não batem com o que você pensa;
4 Você se vê em vídeo e não se reconhece;
4 Sempre subestima a quantidade de alimento que ingere.

Ou seja, o mundo está sempre dando dicas, basta estar atento.

O primeiro passo para a conscientização de seu peso e corpo é despertar para o fato de que você pode estar distorcendo sua imagem corpo-real. Isso pode ser feito por alguém próximo em quem confie, por você mesmo ou por um terapeuta especializado.

Existem algumas técnicas que ajudam:

4 Você deve se desenhar e comparar com uma foto ou vídeo recentes;
4 É importante começar a sentir mais o próprio corpo, ensaboando-se com as mãos (sem esponja) durante o banho e passando hidratante, por exemplo;
4 Ver-se de corpo inteiro e nu no espelho. Olhar-se em diferentes ângulos. Focalizar os aspectos positivos facilita a auto-aceitação;
4 Pesquisar outros aspectos, além da aparência física e do peso, que sejam importantes no dia-a-dia: caráter, personalidade, profissão, etc.

Tudo isso pode parecer muita coisa a ser feita e muitos sentimentos a revisar, mas na realidade é pouco para mudar sua imagem-mental e seus comportamentos. E, então, aceitar-se como uma pessoa gorda que pode, e vai, emagrecer.

Cuidar da auto-estima, ser carinhoso consigo mesmo, arrumar-se melhor, não se culpar, tratar-se bem.

E lembrar sempre: peso ideal não existe. Ele se situa naquele ponto da balança em que você se olha no espelho “para valer ” e sente-se feliz e em harmonia.”

Pense Magro

Beijocas e SUCESSO!!! :)

P.S: Comunidade no orkut: “Quero e vou emagrecer!!!”:

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1636610

Chá verde: poderes cientificamente comprovados

Olá Meninas e MeninOs :)

Tudo bom com vcs?!
Por aqui tudo tranquilo, tentando me acostumar com o novo peso, confesso que ainda não estou satisfeita com meu corpo, estou me sentindo magra sim, mas não o suficiente, como eu realmente queria, mas vou levando, estou emagrecendo pouquinho, emagreci cerca de 1 kg nesse ultimo mês, estou quase empacando (risos). So não sei se qdo começar a fazer bicicleta vou emagrecer alguma grama, mas não sei ainda qdo poderei comprar, mas espero que seja breve!
Estou “sem” roupa, esta tudo largo, as calças estão todas frouxas, uso com cinto apertado, por enquanto não estou podendo comprar novas roupas :( , vai ser uma delicia qdo puder comprar :)
Respondendo perguntas que me fizeram:

“vc ainda continua fazendo sua dieta? ou já come de tudo? ou você consegue comer como antes? “

Resposta: Continuo comendo praticamente as mesmas coisas de antes, mas de vez em quando como algumas coisas que não estava comendo, como arroz branco e macarrão, mas isso 1 ou 2 vezes por semana, não mais do que isso. No final de semana me permiti comer um pouco de cada coisa na festinha que eu fui, tbm comi 2 chocolates (tipo prestigio) nesta semana, fora isso acho que continua tudo igual. Não consigo comer como antes, pq meu estômago não aguenta e minha consciência não deixa. Na segunda comi “steak hâché”, é tipo uma carne de hamburguer, mas não tão artificial como no Brasil, é mais carne, fiz até no microondas (risos) e fiquei sentindo aquele gosto na boca o tempo todo, ou seja, não me fez bem e vou procurar não comer mais.

Uma amiga fez um blog e gostaria que vocês a visitassem, o nome dela é Maitê, cliquem AQUI !

Abaixo uma reportagem sobre o CHA VERDE e depois umas perguntinhas para vcs! :)

Chá verde: poderes cientificamente comprovados
Lia Nasser

Talvez você já tenha percebido que o chá verde está na pauta do dia. Talvez até tenha atribuído tanta popularidade ao fato do chá ter virado a bebida oficial dos participantes do reality show, O Grande Perdedor, do SBT. A verdade, no entanto, é que o chá verde faz parte das tradições milenares da China e do Japão, onde é tão popular quanto o nosso cafezinho.

Produzido a partir da mesma planta que o chá tradicional, Camellia sinensis, o chá verde se distingue pelo grau de oxidação a que as folhas são submetidas. O resultado é que a bebida é rica em polifenóis que possuem poderosa ação antioxidante. Desde que foi introduzido no Ocidente, inúmeros estudos comprovam a eficiência do chá, na prevenção de vários tipos de doenças, incluindo câncer, por exemplo. O segredo estaria em uma outra substância com propriedades antioxidantes, chamada epigallocatechin gallate (EGCG). Só isso já bastaria para você experimentar uma xícara, não é? Mas leia até o final e descubra muitos outros benefícios do chá verde.

Parece estranho pensar que a solução para muitos de nossos problemas relacionados ao bem-estar e a qualidade de vida possa ser encontrada em uma xícara de chá verde. Mas é isso o que garantem os estudiosos e profissionais da medicina homeopata e chinesa, terapeutas holísticos e também alguns pesquisadores da medicina alopata. O chá verde tem princípios ativos que fazem dele um poderoso aliado no combate aos radicais livres, ao colesterol total e até, pasmem: aos quilinhos a mais!

Mas os poderes terapêuticos do chá verde, também conhecido como banchá, não param por aí. Preparado adequadamente, o chá verde é capaz de melhorar muito sua vida. A tendência tem sido buscar no passado, maneiras de encontrar o bem-estar e a paz por meio do conhecimento que o homem adquiriu sobre a natureza. Tantas mudanças no estilo de vida do ser humano nos obriga a olhar para trás e buscar uma maior aproximação com a natureza e seus elementos.

O corpo humano possui um processo anti-oxidante natural, ou seja, de neutralizar tais radicais livres. Mas o que acontece é que nosso corpo simplesmente não dá conta de combater o excesso de radicais livres produzidos na idade avançada e ou sob condições semelhantes às citadas a cima.

“E é ai que entra o chá verde”, diz o médico Frederico Berardo, “vamos buscar na natureza os anti-oxidantes que nosso corpo não dá conta de produzir”, conclui. Além de melhorar a qualidade de vida no processo de envelhecimento, o chá verde combate o estresse, auxilia no tratamento do colesterol e inibe os níveis de leptina no sangue – enzima que favorece a absorção de gordura ” portanto age como um importante coadjuvante no emagrecimento.

Para ficar atenta:
O médico acupunturista Norvan Martino Leite alerta ainda para a quantidade máxima que deve ser ingerida do chá por dia: 1,5 gramas. Tomado em excesso, o chá pode causar irritabilidade, insônia, tontura e palpitação devido presença de cafeína.

“A contra-indicação do chá verde, principalmente o chá preto, é a cafeína” diz o acupunturista, segundo ele, o limite de quantidade precisa ser respeitado principalmente no caso do chá preto. Já o chá verde, por passar por um processo com vapor que tira a cafeína, não tem restrições rígidas, desde que de boa procedência.

Prepare seu chá verde
O doutor Frederico A. N. Berardo nos ensinou a maneira correta de preparar o chá de modo que se preservem os princípios ativos da planta. O chá deve ser feito com folhas frescas da planta ou ainda com o chá seco, vendido em saquinhos nas farmácias de manipulação. Ele chama atenção para a necessidade de ficar atento a procedência do chá, que deve ser consumido em farmácias de manipulação e distribuidores certificadamente idôneos.

- ferva a água sem nada
- desligue o fogo
- só depois de desligar o fogo, jogar as folhas
- abafa e deixa coberto de 5 a 10 minutos
- seu chá está pronto!

O doutor Frederico A. N. Berardo não vê problemas em adoçar o chá, mas orienta o uso do mel ou ainda do açúcar mascavo por serem naturais e não prejudicarem a saúde como o açúcar refinado. É possível ainda misturar o chá com um chá de camomila, por exemplo, fazendo um chá misto. Ele pode ainda ser bebido gelado. Só não vale chá industrializado de saquinho, eles perdem os princípios ativos na manufatura.

Site: DELAS

********************************

Perguntas:

- Vcs tomam cha verde de saquinho ou natural?;
- Antes ou depois das refeições?! ;
- Qto tempo antes ou qto tempo depois?;
- Qtas vezes ao dia?;
- Você percebeu mudança no emagrecimento, na pele e na saude em si depois que começou a toma-lo?

Beijocas e SUCESSO!!! :)

P.S: Comunidade no orkut: “Quero e vou emagrecer!!!”:

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1636610

Por dentro do metabolismo

Olá Meninas e MeninOs :)

Meu peso hoje é 69 Kg, aos pouquinhos vou chegando aos 68 kgs. Agora esta muito mais lento, acho até um milagre eu ainda estar emagrecendo, pq meu organismo ja esta acostumado.
Ontem fiz meus exercicios, não tenho feito todos os dias, mas estou tentando fazer pelo menos 3 vezes por semana.
Fico feliz que estejam gostando dos trechos do livro, as vezes acho que não esta interessando ninguém e dai penso em não colocar mais, mas sempre tem alguém que gosta, então não vou deixar de colocar, mas não sera todos os dias.
Ontem me perguntaram se eu visito todo mundo da minha lista de links ou so quem deixa recado nos comentarios. Seria impossivel visitar todos os dias todo o meu link, ja está beirando “180 pessoas”, fora os e-mails e recados no Orkut, tento responder aos comentarios de quem tem blog, fica mais dificil responder quem não tem blog pq teria que abrir e-mail, copiar o e-mail, mas de vez em quando eu tiro um dia e respondo esses comentarios e alguns emails. Fico me sentindo mal, as vezes penso em nem postar por isso, pq é injusto não responder todos os recadinhos aqui, mas é que realmente não da. Vou ver se tem um jeito de responder no proprio comentario, assim fica mais facil. Uma ou duas vezes por mês tento visitar (e as vezes comento) todas as pessoas que não comentam no meu blog (que sao varias).
Fico feliz com as amizades que eu criei aqui no blog, isso me faz bem, obrigada meninas (os)! :)
Achei mais uma matéria sobe Metabolismo e estou colocando para vcs! :)

“Por dentro do metabolismo”

É preciso mais do que boca fechada para perder aqueles quilos extras. Esclareça, de uma vez por todas, suas dúvidas sobre como funciona e o que afeta o ritmo do organismo. E pare de sofrer na hora de subir na balança

MARIANA VIKTOR
FOTO: GUSTAVO ARRAIS

Já se pegou tentando compreender por que você come um bolo de chocolate inteiro e não engorda, enquanto sua amiga belisca meia fatia e o ponteiro da balança vai lá longe? Sabe dizer o que é esse tal de metabolismo e se ele varia de uma pessoa para outra? Ou qual a importância da ginástica para mantê-lo em dia? Consultamos um trio de experts em endocrinologia para ajudá-la a decifrar esses e outros mistérios sobre o que dita o bom funcionamento do corpo. Confira as respostas a seguir.

O que é o metabolismo?
Imagine a situação: você percebe que não pára de beber água a tarde toda e, ao procurar o motivo da sede, lembra que o peixe do almoço estava muito salgado. Eis uma operação metabólica. O sal da comida elevou sua pressão sanguínea e, a fim de estabilizá-la, o corpo respondeu pedindo líquido, para que você eliminasse o excesso de sal por meio do xixi. “Metabolismo é esse sistema de trocas químicas responsáveis pelo equilíbrio orgânico”, resume o endocrinologista Tércio Rocha (RJ), da Sociedade Brasileira de Endocrinologia. “Cada órgão tem seu funcionamento específico, embora todos estejam interligados. Quando comemos, o corpo absorve os nutrientes e elimina o que é desnecessário. Nesse caso, o modo como transforma calorias em energia é o que chamamos de metabolismo.”

Por que algumas pessoas comem feito passarinho e engordam como elefante, e outras não?
Quem tem o metabolismo em dia geralmente não mostra problemas para manter o peso, desde que obedecendo à equação dieta saudável + atividade física. Por outro lado, pessoas que engordam facilmente costumam ter metabolismo lento. Porém, tudo isso é decisão da genética. “Cerca de 80% da taxa metabólica é determinada geneticamente”, diz o endocrinologista Luiz Alberto Susin (SC), vice-presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Os outros 20% dependem da composição corporal (músculos, gordura, ossos, índice de água no organismo), do sexo (o metabolismo masculino é mais acelerado do que o feminino, pois os homens apresentam proporção maior de massa muscular e menor de gordura do que as mulheres), da idade (a partir dos 30 anos começa a ficar mais lento) e da temperatura ambiente (em países frios, o corpo consome mais energia para se manter aquecido).

O que torna o metabolismo lento?
O excesso de açúcar, especialmente após a refeição, deve ser evitado, como explica Tércio. “Imagine o corpo digerindo a proteína e a gordura do almoço quando… pimba!, você manda um pedaço de torta de chocolate. Resultado: ele pára o que está fazendo para absorver o açúcar do doce, que é assimilado mais facilmente, retardando a digestão dos outros alimentos.” Ele revela ainda que a farinha refinada de pães, bolos e massas faz um mal danado, pois estressa o fígado e ‘envelhece’ o metabolismo, tornando-o mais vagaroso. Por último, é a ingestão insuficiente de água. O líquido é fundamental para transportar hormônios, vitaminas e minerais, além de facilitar o trânsito intestinal e a eliminação de toxinas.

Como é possível acelerá-lo?
Reduzindo a taxa de gordura no organismo e aumentando a de massa muscular, já que quanto mais músculos, maior e mais veloz é o gasto calórico. Para conseguir isso, um caminho certo é praticar atividade física, combinando exercício aeróbico e ginástica localizada ou musculação. “Além disso, a malhação ajuda a transformar glicose e gordura em energia sem a necessidade de produzir o hormônio insulina, que engorda muito”, avisa Marisa Helena César Coral (SC), presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Ela ensina que o ideal é fazer do treino um hábito, para acostumar o físico e desencadear uma ação metabólica contínua. “Caso contrário, ocorre o mesmo que com os atletas que se aposentam: em pouco tempo eles acabam perdendo músculos e ganhando gordura.”

Dietas restritivas retraem o metabolismo?
A privação calórica obriga o organismo a trabalhar mais devagar e a gastar menos energia para garantir a sobrevivência. O metabolismo de quem come menos gordura do que o necessário (15 g diárias) também corre o risco de se tornar mais lento, o que é negativo. “Qualquer pessoa precisa desse nutriente para realizar o processo metabólico”, alerta Marisa. Mas é preciso saber distinguir entre as gorduras boas, como as do azeite de oliva e das castanhas, e as de origem animal, que são um convite ao colesterol.

Comer várias vezes ao dia queima mais calorias?
Sem dúvida. É como se o organismo percebesse que não vai ficar muito tempo sem alimento e passasse a funcionar sem se preocupar em estocar energia. E, como o processo da digestão consome calorias, quanto mais vezes você obriga o corpo a repeti-lo, maior é o volume de calorias queimadas. “Cinco ou seis digestões ao dia são o ideal para acelerar o metabolismo”, revela Tércio Rocha. O truque funciona também para você se acostumar a diminuir as porções ingeridas a cada refeição.

Quem não tem tendência para engordar pode comer de tudo, sem medo?
Ganhar peso não é a pior conseqüência dos hábitos alimentares ruins. “Se você abusar de açúcar, gordura e alimentos condimentados, por exemplo, pode desenvolver o diabetes, o pior dos males relacionados ao metabolismo do açúcar”, explica Tércio. Sem falar no aumento do mau colesterol, no entupimento dos vasos sanguíneos e no risco de problemas cardíacos. A palavra de ordem é bom senso. Afinal, de que adianta ser magra e ter a saúde precária?

O resultado de um metabolismo desregulado é o ganho de peso?
Nem sempre, uma vez que esse desequilíbrio pode provocar o efeito oposto também. Disfunções da glândula tireóide são as causas mais freqüentes do mau funcionamento do metabolismo. O hipertireoidismo, doença que ocorre quando há uma liberação exagerada de hormônios pela tireóide, provoca um emagrecimento rápido e anormal, sem que a pessoa mude nada nos hábitos alimentares. Já o hipotireoidismo (que, ao contrário, inibe ou até anula a produção hormonal) torna o ritmo do organismo excessivamente vagaroso. O resultado é o ganho de peso e a sensação de que o corpo todo está funcionando mais lentamente – daí o cansaço e a falta de disposição. “Os dois tipos são perigosos e demandam tratamento adequado, que pode ser à base de medicamentos ou pela reposição hormonal”, comenta a médica Marisa.

FIQUE DE OLHO
Quando o ritmo do corpo anda alterado, o aumento ou a perda de peso aparecem rapidinho. Se você nunca parou para pensar se está tudo em ordem com o seu metabolismo, mas vem notando algum dos sintomas abaixo, trate de buscar ajuda.
- Queda de cabelo
- Suor na palma das mãos
- Taquicardia
- Prisão de ventre
- Dores nas articulações
- Fadiga
- Cabelo e pele ressecados
- Alteração na qualidade do sono
- Dificuldade de concentração
- Irregularidade no ciclo menstrual

Revista Corpo a Corpo

Beijocas e SUCESSO!!! :)

P.S: Comunidade no orkut: “Quero e vou emagrecer!!!”:

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1636610

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...